Garimpo Bem Rock

As ‘paradas’ do pai são outras. Mas o apoio ao Muñoz é total

Reprodução/munoz.tnt.art.br
Reprodução/munoz.tnt.art.br

Mauro Márcio Fontoura ‘é mais da música brasileira, Jovem Guarda, essas paradas’, como define seu caçula, Samuel, baterista do Muñoz. Mas, apesar do gosto diferente, o pai foi um dos grandes apoiadores para o início de carreira do duo – Mauro, irmão mais velho de Samuel, é o outro integrante.

‘Meu pai é um apreciador de música e passou isso para gente. Desde pequeno temos contato com essa arte. Quando éramos pequenos tocamos até em igreja’, contou Mauro à coluna ‘Novo Som’, do Correio de Uberlândia, cidade onde os irmãos deram os primeiros passos musicais.

‘Além desse suporte moral meu pai sempre ajuda a gente a comprar instrumentos também’, completou o caçula à mesma coluna. Nem mesmo a distância diminuiu o apoio de Mauro Márcio.

Em 2015, os irmãos Mauro e Samuel decidiram mudar de ares. ‘A gente conseguiu uma casa em Florianópolis. Não pagamos nem aluguel. Estávamos fazendo show sempre para a mesma galera assistir. Estava ficando enjoativo já. Aí pintou essa oportunidade. Aqui é bem massa’, relata Samuel.

Mesmo assim, o duo ainda conta com o apoio do pai. ‘Dá (apoio) até hoje. Ele é bem ativo. Gosta de ver a gente tocando. Viaja com a gente até’, completa Samuel.

O rock’n’roll te agradece Mauro Márcio.