Especial Garimpo Bem Rock

Com Plush, Lava Divers está pronta para girar o Brasil e a Europa

Cena do clipe Tearsfall, da Lava Divers (Reprodução/Youtube)

Um álbum testado, e aprovado, ao vivo. Plush é o primeiro disco da banda mineira Lava Divers, lançado em julho de 2017 pela Midsummer Madness. Antes dele, o grupo havia gravado um EP, homônimo, em 2014. E, durante o hiato entre os dois lançamentos, a Lava Divers foi ganhando espaço em shows e festivais com seu rock marcante.

‘Trabalhamos tanto que não teve modificações’, disse Ana Zumpano, baterista da Lava Divers, com relação à gravação do disco e ao que o grupo vinha apresentando em seus shows. ‘A gente toca o que já está acostumado’, completou Glauco Ribeiro, baixista do grupo.

O grupo, que tem ainda Joe Porto (vocais e guitarra) e Eddie Shumway (guitarra) apresentou-se no dia 11 de outubro na Breve, em São Paulo. O Bem Rock acompanhou a apresentação. Nela, a Lava Divers mostrou o que Glauco aponta como características de Plush.

‘O disco foi exatamente como queríamos, enérgico e rápido’, disse. São 11 músicas, muitas das quais a banda já havia composto na época do EP, como Natural Born Liar, Love Is e Inside His Eyes. E o fato de terem rodado e feito vários shows no caminho do EP até Plush teve efeito nessas canções.

ACOMPANHE A LAVA DIVERS

Para a banda, essas músicas poderiam ter uma outra cara caso tivessem sido gravadas no início da Lava Divers. ‘Se tivéssemos tocado mais o EP, ele seria diferente. Estávamos mais confusos na época’, conta Glauco. Eddie complementa: ‘era o início da banda, estávamos nos conhecendo’.

Desde então, a Lava Divers marcou presença em palcos espalhados por Sudeste e Centro-Oeste do país. ‘Os shows mais legais aconteceram no Festivais Pic Nik em Brasília e no Bananada 2017 em Goiânia’. O show do documentário Guitar Days que rolou em Belo Horizonte e principalmente o último show que fizemos em Sorocaba, no Circadélica, também foram muito especiais’, diz Glauco, ao site da Midsummer.

O Circadélica uniu bandas como Scalene, Far From Alaska, Ego Kill Talent, Boogarins entre muitas outras bandas brasileiras que têm transformado a cena da música independente do país. ‘É a melhor fase, nunca teve tanta coisa nova, gente criando coisa boa’, afirma Glauco. ‘A recepção lá foi incrível. Foi muito divertido’, completa Ana.

Com Plush pronto e disponível em todas as plataformas digitais, a Lava Divers já planeja um novo grande giro de shows. ‘É tocar mais em festivais, ir para lugares do Brasil que não conhecemos ainda e, se tudo der certo, fazer nossa primeira turnê pela Europa’, revela Glauco.

Leia também: o ET, o mico e o rock’n’roll, sobre um show da Lava Divers

Planejando tantos shows, o grupo não pensa ainda em começar a trabalhar em um segundo disco. ‘Até o fim do ano que vem vamos tentar tocar o máximo que der’, afirma Eddie. ‘Mas não dá para prometer nada’, brinca no fim.

OUÇA PLUSH NO SPOTIFY

VEJA O CLIPE DE TEARSFALL