Especial

Gabriel em alta velocidade no início de 2016

autoramas6‘O Futuro dos Autoramas’ não é a única novidade na vida de Gabriel Thomaz neste primeiro trimestre de 2016. O roqueiro também está envolvido em outros dois lançamentos: o ‘Gabriel Thomaz Trio’ e o livro ‘Magnéticos 90’.

‘É um ano começando com força. Muita coisa estava incubada’, explica Gabriel, sobre o início dos trabalhos nestes três projetos. O próprio ‘Futuro’ poderia ter saído ainda em 2015. ‘Por diversas circustâncias achamos melhor não lançar no fim do ano’, continua o vocalista.

Já rodando em shows pelo Brasil, o ‘Gabriel Thomaz Trio’ conta com Jairo Fajer, no baixo, e Bruno Peras, na bateria em um projeto instrumental. Gabriel conta que o nome surgiu da necessidade de diferenciar o trio dos Autoramas. ‘A galera pedia música cantada e não entendia. Mudei para não causar confusão’.

O guitarrista está curtindo o projeto. ‘Está muito legal, com músicas feitas para o projeto. Até gravamos. Tem muita música que o Autoramas já gravou mas não conseguia colocar nos shows’.

O líder dos Autoramas se derrete também ao falar do livro ‘Magnéticos 90’. ‘Foi emocionante receber as provas do livro. E depois ver pronto foi uma emoção e um alívio’, diz Gabriel sobre o livro, que conta histórias sobre o rock brasileiro dos anos 90 e sua expansão e divulgação via fitas cassetes demo.

Capa do livro de Gabriel Thomaz‘A principal intenção foi contar a minha história. Não é um livro que cataloga, bibliotecário. É uma história. É o que eu vivi com relação a isso’. O livro é todo contado em quadrinhos, com ilustrações de Daniel Juca.

Além de contar sua história sobre o período, Gabriel pretende, com o livro, manter vivo um período interessante do rock nacional. ‘Tem uma razão especial para o livro. Fui a muitos shows. E muitas daquelas bandas lotavam os lugares. Às vezes vou procurar na internet e a banda foi apagada da história. É um momento que eu não quis deixar apagar’.