Letras e Traduções

Karma Police: a letra nem tão séria quanto a música parece

ReproduçãoTodas as suas ações terão um efeito que se voltará para você. Nesta ou em outras vidas. E não adianta fugir: a polícia do carma virá para te encontrar, ou até prender. Em tom de ironia, assim o Radiohead lançou em 1997, com o aclamado álbum Ok Computer, um dos grandes sucessos de sua carreira.

Karma Police foi o segundo single daquele álbum, depois de Paranoid Android. A música teve como embrião uma excursão que o grupo fez abrindo os shows para Alanis Morrissette em 1996. O Radiohead havia lançado The Bends e estava longe de fazer o sucesso de seu então único hit, Creep, do álbum Pablo Honey.

Segundo conta o guitarrista Ed O’Brien, durante aquela excursão, os membros da banda costumavam dizer a quem estivesse agindo como um babaca que a ‘polícia do carma viria para te pegar’. A música fala dessa polícia do carma relacionada a três pessoas. Primeiro um sujeito que merece ser preso, talvez por ser uma pessoa que fala coisas que não se entende (he talks in maths – ele fala como um matemático) criando um barulho sem sentido como uma geladeira vibrando ou um rádio fora de sintonia.

Depois ainda aparece uma garota que tem um penteado estilo Hitler que deixa o narrador doente – e merece o mesmo destino, ser presa pela polícia do carma. Por fim, o narrador fala em primeira pessoa, sobre ter dado tudo o que pode, isso não ser o suficiente, mas continuar recebendo seu pagamento.

Thom Yorke já deu algumas explicações sobre a ideia de Karma Police. No livro Exit Music, the Radiohead History, de Mac Randall, o músico diz a letra fala de ‘pessoas que ficam te olhando de um certo jeito meio malicioso’. ‘Não suporto mais isso’, afirma Yorke.

Já em entrevista para a Rolling Stone, o vocalista deu uma ideia sobre a primeira personagem. ‘É mais ou menos um jeito de expressar como pessoas apenas falam, mas elas realmente não dizem nada’. Em outra entrevista, ao jornal The Independent, Thom Yorke voltou-se contra a vida corporativa em grandes empresas. ‘Ela é para alguém que trabalha em uma grande companhia. É uma canção contra os chefes’, disse.

Por fim, apesar da melodia e da própria letra, o britânico tira o peso de crítica de Karma Police. ‘Prenda esse homem. Isso não é totalmente sério. Eu espero que as pessoas percebam isso.’ Abaixo, veja o clipe, a letra e a tradução desse clássico.


Karma police
Polícia do carma

Arrest this man
Prenda esse homem

He talks in maths
Ele fala em matemática

He buzzes like a fridge
Ele vibra como uma geladeira

He’s like a detuned radio
Ele se parece um rádio sem sintonia

 

Karma police
Polícia do carma

Arrest this girl
Prensa essa menina

Her Hitler hairdo
Seu penteado de Hitler

Is making me feel ill
Está me deixando doente

And we have crashed her party
E nós estragamos a festa dela

 

This is what you’ll get
Isso é o que você consegue

This is what you’ll get
Isso é o que você consegue

This is what you’ll get
Isso é o que você consegue

When you mess with us
Quando mexe com a gente

 

Karma police
Polícia do carma

I’ve given all I can
Eu dei tudo o que eu podia

It’s not enough
Mas isso não é o bastante

I’ve given all I can
Eu dei tudo o que eu podia

But we’re still on the payroll
Mas ainda estamos na lista de pagamentos

 

This is what you’ll get
Isso é o que você consegue

This is what you’ll get
Isso é o que você consegue

This is what you’ll get
Isso é o que você consegue

When you mess with us
Quando mexe com a gente

 

For a minute there
Por um minuto

I lost myself, I lost myself
Eu me perdi, eu me perdi

Phew, for a minute there
Ufa, por um minuto

I lost myself, I lost myself
Eu me perdi, eu me perdi

For a minute there
Por um minuto

I lost myself, I lost myself
Eu me perdi, eu me perdi

Phew, for a minute there
Ufa, por um minuto

I lost myself, I lost myself
Eu me perdi, eu me perdi