Invasão Gringa

‘Novo’ Suicidal une e realiza sonho de ícones

suicidal_editada2Suicidal Tendencies é Mike Muir. E o americano estará com sua banda no Brasil novamente, para um show dia 2 de julho, em São Paulo. Dessa vez, Muir traz um reforço de peso a uma nova formação da banda que criou e da qual é o único membro constante: Dave Lombardo, ex-baterista do Slayer.

Muir e Lombardo mostram muita empolgação com esse encontro e juras de ‘sempre quis tocar com você’. Em entrevista ao site Jump Metal, o líder do Suicidal explicou como surgiu a oportunidade de contar com ex-Slayer em seu grupo.

‘Há 27 anos eu disse que gostaria muito de ver Dave tocando as músicas do Suicidal, ele é um de meus bateristas favoritos. E recentemente um amigo perguntou ‘por que você não liga para ele?’. Eu disse que não tinha seu número e não queria deixá-lo em uma situação desagradável. Mas acabei ligando, conversamos sobre a turnê com o Megadeth e acabamos de voltar da Europa. Estamos terminando de gravar um novo álbum do Suicidal’, explicou o vocalista, de 53 anos.

ACOMPANHE O SUICIDAL TENDENCIES

Por sua vez, em entrevista ao site cubano Granma, Lombardo, também de Cuba e dois anos mais novo que Muir, mostrou seu lado de tiete. ‘Sou fã do Suicidal desde que era adolescente. Quando me chamaram, não vacilei em tocar com eles. Querem recuperar o som original que colocou o Suicidal no mapa’, afirmou o baterista.

Além de Muir e Lombardo, o Suicidal, criado em 1981 e que já teve quase duas dezenas de músicos em suas diversas formações, sendo o vocalista o único remanescente, vem ao Brasil com os guitarristas americanos Dean Pleasants, presente no grupo desde 1997 e integrante também do Infectious Groove, outro projeto de Muir, e Jeff Pogan, que havia trabalhado como técnico da banda nos últimos dois anos e foi oficializado no time agora em 2016. Por fim, dando mais um tempero latino ao grupo, o baixista chileno Ra Diaz completa o grupo.

Esse tempero, inclusive, alegra Muir. ‘Ele (Lombardo) tem essa pegada cubana, um sabor latino, que ele consegue fazer um pouco mais com o Suicidal do que com o Slayer. Acho que ouvir saberá definitivamente que é o Dave, mas ele nos leva a um outro nível’, comentou também ao Jump Metal.

Criada em 1981, em Los Angeles, o Suicidal já teve quase duas dezenas de músicos em suas diversas formações. Delas, o único que continua desde o início é Mike Muir. Aos 53 anos, o vocalista mantém a energia no palco, além de sua inseparável bandana, uma marca registrada.

Setlist
De acordo com os relatórios do site Setlist.fm, o primeiro e homônimo álbum do grupo deverá ser o mais tocado no show de São Paulo. ‘Subliminal’, ‘I Saw Your Mommy’, ‘I Want More’, ‘Two Sided Politics’, ‘ Institutionalized’ e ‘Memories of Tomorrow’ são clássicos de ‘Suicidal Tendencies’ foram tocados com frequência na turnê europeia do grupo.

Outros clássicos como ‘How Will I Laugh Tomorrow’, ‘Cyco Vision’, ‘Freedumb’ e ‘You Can’t Bring Me Down’ são certas para a apresentação aqui. Do último álbum da banda, ‘Who’s Afraid’ deve ser a única representante.

OUÇA O ÁLBUM ‘SUICIDAL TENDENCIES’, DE 1983

VEJA DAVE LOMBARDO EM AÇÃO DURANTE ENSAIO

Tags