Colunistas Xandão

Prepare-se para um show em 2050. Tá bom, pode ser em 2018

Já estão sendo vendidos os ingressos para o show da banda Do Contra, presencialmente ou em realidade aumentada. O grupo tem chamado atenção pelo seu som, que faz clara referência a antigas bandas dos anos 2020, além do mistério em torno das reais identidades de seus integrantes. Em suas campanhas promocionais e em entrevistas, os músicos apenas se identificam por números e dizem ser bisnetos de ex-ídolos do pagode e do sertanejo.

Os shows, em São Paulo e Rio de Janeiro, acontecem respectivamente nos dias 30 de abril, sábado, e 1 de maio, domingo, de 2050. O primeiro lote de ingressos é exclusivo para quem está na lista de espera para ser cliente do banco Futuro, previsto para iniciar suas operações em 2040.

O exercício de futurologia acima é bem bobinho e exagerado. Mas eu queria tentar, de alguma forma, ilustrar uma sensação de estranhamento quando vi anunciado a venda de ingresso para o show do Depeche Mode em março de 2018. Depeche Mode em março de 2018?! Alguém mais vê um certo exagero nisso?

Bem, para quem curte os caras, o Depeche Mode lançou seu 14º álbum de estúdio este ano, Spirit. O trio inglês dos anos 80 e muitos sucessos na carreira deve chegar ao Brasil com muito entrosamento, ou esgotamento. Pelas minhas contas, o show por aqui, no Allianz Parque, em São Paulo, será o 81º desta turnê que já está rodando a Europa.

Ouça Spirit no Spotfify

Sobre o autor

Xandão

Xandão é zagueiro profissional, roqueiro e jornalista nas horas vagas. Mesmo que essas horas vagas ocupem de 9 a 10 horas por dia em trabalhos por aí, tipo Rádio Globo, UOL, R7 e MSN.