Garimpo Bem Rock

Ventre põe pés e disco elogiado na estrada

ventre_editada2Os pés descalços de Gabriel Ventura e Hugo Noguchi talvez sejam apenas por praticidade e conforto. Mas também podem ser representativos do clima que une e fez nascer a banda Ventre, do Rio de Janeiro. E são esses pés que agora levam a mesma simplicidade e intimidade para desbravar cidades, shows e festivais pelo Brasil.

Composta ainda pela baterista Larissa Conforto, a banda lançou seu primeiro álbum, também chamado ‘Ventre’, em outubro de 2015. Com excelentes críticas, o grupo agora tem estado na estrada para divulgar seu trabalho. Em 2016 a Ventre já esteve em Curitiba, Goiânia e Brasília, além de shows no próprio Rio de Janeiro e em São Paulo.

ACOMPANHE A VENTRE

‘Agora é plantar sementes, regar e colher. Trabalhando a médio e longo prazo’, explica Hugo, baixista da Ventre. Agora em maio, no dia 14, o grupo estará no tradicional Festival Bananada, em Goiânia, ao lado de Jorge Ben Jor, Autoramas, Planet Hemp e muitos nomes da música independente.

‘Para o segundo semestre devemos dar uns rolês mais longes. Se tudo der certo, temos uns convites para o Nordeste e o Norte’, completa Hugo.

INTIMIDADE
Apesar de formada em 2012, a Ventre conta com o entrosamento e a cumplicidade de muitos anos. ‘Quando estudávamos juntos na faculdade, ouvi umas músicas do Gabriel e me apaixonei. Botei muita pilha para a gente tocar aquelas canções, mas ele só tomou coragem em 2012, quando ensaiamos pela primeira vez. De lá para cá, fomos amadurecendo as canções, entortando até onde dava, descobrindo como trabalhar em trio’, relembra Larissa.

ventre_editada3Os três integrantes ainda se encontraram e tocaram juntos em muitos projetos e shows, num início de trabalho informal e entre amigos. Esse clima, inclusive, pode ser ilustrado por um gosto, ou necessidade, de Gabriel e Hugo nos shows e ensaios da banda: tocarem descalços.

‘Talvez tenha um pouco com o contexto da forma como nos conhecemos, como começamos a tocar’, pensa Hugo, quando perguntado sobre essa preferência. O baixista vê também uma necessidade e qualidade do companheiro de banda em deixar os pés livres.

‘Faz parte da tocada dele, porque ele não só é canhoto sem inverter as cordas como toca com os pés (nos pedais). No meu caso, eu acostumei mesmo. Mas não tinha percebido e parado para pensar no efeito que faz’.

PÉ NA ESTRADA X PÉ EM ESTÚDIOS
Calçados ou descalços, a Ventre agora cai na estrada e faz shows para promover seu álbum. Mas nos últimos anos a banda também se movimentou bastante, de um estúdio a outro. Justamente para conseguir ‘dar à luz’ seu primeiro disco.

‘Foi um processo muito cansativo porque muitas vezes aproveitávamos horários vagos em grandes estúdios, entre uma gravação e outra, muitas vezes de madrugada. Passamos por mais de dez estúdios e tivemos muitos amigos, a quem devemos muito, envolvidos – entre engenheiros de som, produtores e artistas’, conta Larissa.

‘Estamos felizes em encerrar este ciclo que foi a gestação deste disco. A espera foi longa demais, inclusive para nós’, completa Gabriel, autor das letras desse primeiro álbum. ‘O filho é do Gabriel. Eu e o Hugo só pegamos para criar’, brinca Larissa.

VEJA O CLIPE DE ‘PESO DO CORPO’

OUÇA O ÁLBUM ‘VENTRE’ NO SPOTIFY

Tags